Clube do livro da Noelle #01

clube-do-livro

Lembram que falei em um dos últimos posts sobre criar um clube do livro, né? Então, vai acontecer! Fiquei pensando muitos dias sobre qual livro poderíamos ler e apesar de tentar fugir, um nome sempre ficava piscando na minha cabeça. Eu nunca li, mas sei que é tipo clássico dos clássicos e está esperando na minha estante por uma chance há um tempão. Sim, estou falando dela mesma: Jane Austen.

Sei que muita gente já leu, mas era um nome que não saia da minha cabeça, e achei que tinha a ver com o mês de Junho. Pensei também em ler algumas coisas não tão novas (os dela, no caso, são bem idosos haha), pra variar um pouco do que vemos em resenhas por aí. Nada contra, gente, pelo amor de Deus, vamos ler coisas novas também, mas é que meu um siricutico e quero começar por ela. Vamos?

Sugeriram que eu criasse um grupo no Facebook, farei isso logo mais e aviso vocês! Por enquanto, gostaria da ajuda de vocês para decidirmos o livro, então vota aqui em baixo, amizade!

Qual livro da Jane Austen vocês querem ler em Junho?

View Results

Loading ... Loading ...

Pode votar até dia 28, depois eu divulgo o livro, o grupo lá no facebook e começamos a ler, fechô?

AI TÔ MUITO ANIMADA! <3

Outro motivo pra estar animada: Nosso piquenique domingo. VAMOS?

Bisous, até amanhã!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutube

snap2

FacebookTwitterTumblrGoogle+FlipboardCompartilhe :)

Leave a Comment

Filed under Livros e mais livros

A vida não é uma montanha-russa

Talvez vocês tenham reparado que eu tirei umas férias do blog. Não que eu não ame, ou que não faça bem, totalmente o contrário. Mas eu estava uma bagunça.
Muita coisa tem acontecido nos últimos tempos que têm me deixado nas nuvens, e meio sem acreditar, sabe? O problema é que eu não sei lidar direto com isso.

Algumas vezes na minha vida eu tive experiências de muita felicidade, de ápices de alegria, em que absolutamente tudo estava bem, no seu lugar, e tudo era maravilhoso. E no segundo seguinte, tudo desmoronou. E eu me vi perdida. Sem saber direito onde buscar energia pra recomeçar, e construir tudo novamente.

E por algum tempo eu cultivei esse medo. E quando eu estava em uma fase muito incrível, eu simplesmente não conseguia lidar, com medo de que virando a esquina eu teria que lidar com um problema monstruoso.

Quando eu era mais nova fui morar em Goiânia. Foi uma das melhores épocas da minha vida e da minha família. Nunca fomos tão felizes, era tudo tão harmonioso e eu conhecia coisas novas todos os dias, pessoas novas e tão, tão gentis (pessoas de Goiânia: puro amor), foi incrível. Quando voltamos, tivemos a pior nuvem negra sobre a nossa casa. Durou anos, deixou muitas cicatrizes e até hoje estamos reconstruindo pedaços da nossa vida.

anguish

Com o tempo, fui ficando com mais e mais medo de quando tudo dava certo e tudo era lindo e parecia se encaixar perfeitamente nos seus devidos lugares. Eu não me permitia aproveitar aquilo. Eu achava que tanta felicidade tinha um preço e que ele seria cobrado quando eu menos esperasse. E isso me paralisava. Eu sabia, no fundo, que se eu continuasse, as coisas não iam desmoronar de novo, mas sim ficarem ainda melhores. Mas eu não vivia meus altos por medo dos baixos.

E o pior vem em seguida: eu começo a me autossabotar. Eu vou subindo, subindo, subindo e quando acho que estou vendo o pico – e em seguida, a descida – eu volto pra trás. E faço tudo errado.
É sufocante viver desse jeito.

Eu tava pensando muito nisso. E eu queria escrever sobre isso. E aí semana passada fui jantar com a Julia, também conhecida como chefa & amiga, e falei disso com ela. É por isso que a gente não pode guardar as coisas (eu guardo a maioria, sempre acho que sei lidar sozinha com quase tudo), porque quando a gente compartilha uma angústia, parece que metade sai dos nossos ombros. E podemos ouvir palavras sábias, que fazem a gente olhar pras coisas de uma perspectiva toda nova. E foi isso que aconteceu.

O problema está em achar que a vida é uma montanha-russa, cheia de altos e baixos. Não dá pra viver achando que que o que vem depois de um pico de felicidade é um buraco abaixo do nível da terra. É só normalidade. Vida boa, mas vida de todo o dia. Uma vez ou outra surgem coisas ruins, mas não é assim o tempo todo. E se tudo fosse um pico de alegria e felicidade, nada seria um pico, não é mesmo? Tenho que parar de deixar o medo do que vem depois me brecar. E tenho que entender que o que vem depois não é ruim, é só o tempero necessário pro que vier depois ser ainda melhor.

Amo vocês e obrigada por estarem por aqui <3

ps: Vamos nos conhecer no encontrinho! Falta só uma semana!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutube

snap2

9 Comments

Filed under Diarinho, Sentindo

In my life #20

ae7c35ff6f165ae61a503c4cec879940

Não sei de quem é essa imagem original, se alguém souber coloca nos comentários para eu creditar Me contaram que é da Moikana, que tem um painel lindo no Pinterest. Clica aqui pra ver! :)

Algumas vezes eu simplesmente fico triste. Triste nem é a palavra, é mais uma melancolia, uma coisa de ficar quieta, uma introspecção meio forçada, que não fui eu que escolhi. E não é como se eu estivesse aproveitando pra refletir. Eu fico chateada que não estou no meu melhor, e só. Uma inércia me segurando no lugar. Nada além disso. Não sei explicar, não sei porque acontece, só sei que foi assim é desse jeito.

E o pior é que não há motivos para isso. Pelo contrário. Várias coisas legais estão acontecendo e vão acontecer, e eu deveria estar pulando de alegria. Mas daqui a pouco passa, eu sei que passa. E vou aproveitar cada segundo.

Mas ó, chega. Sacode a poeira e vamos falar de coisa boa:

coracao A data no nosso piquenique foi definida, dia 31/05, e agora temos um evento no facebook. Confirma sua presença lá, clicando aqui :)

coracao Já fazia algum tempo que eu estava com essa vontade e finalmente tomei coragem de colocar em prática: um Clube do Livro! A ideia é escolhermos um livro, ler durante o mês e irmos comentando – em um grupo do facebook? Evento do facebook? – juntas e no final do mês faço um post ou um vídeo falando sobre o que achei. Como vamos começar em Junho, pensei no primeiro livro ser um romance romântico. O que acham? Ah, também aceito sugestões de nomes para o clube. Clube do Livro da Noelle ou algo diferente? Eeee, estou animada!

coracao Se você ainda não viu, eu fiz um batom! Uma das coisas mais incríveis que aconteceu na minha vida, ainda nem acredito direito! Fiz um vídeo contando! E se você quiser comprar (compra! vai me fazer ainda mais feliz!), é só clicar aqui.

elash_hs1_e1

coracao Lendo FINALMENTE terminei “O Filho de Mil Homens” e agora, quando alguém me perguntar ‘qual seu livro preferido, stephanie?’ eu já vou saber o que responder. Ele é tão sensível e especial e maravilhoso e certo sobre tudo. Dei umas leves choradinhas em algumas partes,mas na maioria das folhas eu sorria de alegria. Leiam. Só leiam. Ah, então, daí comecei a ler “Cadê você, Bernadete?”, e tenho que acabar antes do nosso clube do livro, né migues. Tô bem no comecinho, mas já deu pra notar que a escrita é leve, fluída e bem rápida.

coracao Assistindo Comecei a ver “RuPaul’s Drag Race“! Tanta, mas tanta gente que convive comigo me fala desse reality que eu achei que tava mais do que na hora. Vocês assistem? Me conteeeem!

coracao Ouvindo Nossa, uma salada, haha. Cada dia eu acordo querendo ouvir uma coisa e tem dias, esses dias de melancolia, que parece que não quero ouvir nada. Mas ouvi esses dias a FKA twigs, que ainda não conhecia – sabia quem ela era, mas nunca tinha ouvido nada – e gostei muito! A voz dessa garota é de arrepiar, só não sei como é que não tinha ouvido antes!

coracao Feliz por Várias oportunidades legais que estão acontecendo comigo – algumas são essas que contei aí em cima, e por perceber que eu amadureci em alguns aspectos cruciais na minha vida. Sei que é meio babaca falar que “ai, olha como eu amadureci”, mas têm coisas que eu realmente acho legal compartilhar com vocês. Eu ainda quero falar mais disso aqui, em outro post, mas toda a mudança que foi ocorrendo na minha vida desde o ano passado parece que está se solidificando e estou muito feliz com a pessoa que estou me tornando. Cada dia mais confortável com as minhas escolhas, com o que quero pra minha vida e como eu quero. Aos poucos a gente vai se achando, gente. Respira e não pira.

coracao Ansiosa para Conhecer vocês no encontrinho! É só nisso que eu penso!

Bisous mil e até mais!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutube

snap2

 

18 Comments

Filed under Diarinho

Um dia na vida #4 com Jout Jout!

A internet é esse lugar maravilhoso que você traz pra vida real pessoas incríveis da “vida virtual”, que a gente acompanha, vê os vídeos, os posts, as fotos… Minha melhor amiga há dez anos, a Babi, eu conheci pela internet. A Julia, minha amiga-que-virou-minha-chefe, também conheci pela internet, e mais um monte de amigas, Helô, Dani, Mel, Gigi, ixi, a lista é longa, ainda bem <3 E foi assim com a Julia, aka Jout Jout, que fiquei fã vendo os vídeos e por obra do destino nos conhecemos na vida real e pude descobrir que ela é ainda mais legal em carne e osso. Eu já elogiei ela pessoalmente várias vezes, hihihi, mas não custa elogiar de novo: Jout Jout, você é maravilhosa! Ó aqui o post que fiz sobre ela há uns meses, olha!

 photo IMG_6661.jpg

E na última vez que ela esteve em São Paulo conseguimos almoçar juntas, numa turma gigante com Caio, David, Tamara, Seane, Marina, Ciscati e Marcelo, em uma restaurante chinês CHIQUE DEZ chamado Rei dos Reis, no bairro da Liberdade. Vocês vão ver no vlog, mas queria deixar claro: é uma delícia e é barato! E depois a Jout me levou comer uma iguaria que nunca tinha provado, hehehe. E eu, nessa tentativa de virar uma melhor youtuber, tentei gravar um vlog. Espero que cês gostem!

Ó, caso você ainda não conheça o canal da Jout Jout, CORRE e clica aqui!

Espero que vocês tenham gostado,

Boa semana, gente linda!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutubesnap2

10 Comments

Filed under Chez Noelle TV

EU FIZ UM BATOM?!

SIM! A resposta é sim! Nem acredito que estou escrevendo esse post, gente. É aquela sensação de felicidade tão latente que dá quase pra pegar na mão e sentir entre os dedos. Euzinha tenho um batom, uma cor escolhida por mim, que fui no laboratório, que ajudei a fazer, que pensei, que aprovei e que agora tá aí no mundo, pra todo mundo usar.

Quem me acompanha sabe: eu sou a louca dos batons. É o produto de maquiagem que eu mais uso. Eu posso estar sem rímel, sem blush, sem corretivo, mas estou de batom. Meu amor pela beleza está intimamente ligado ao meu amor por esse produtinho que enche nossos lábios de cor e vida e vibrância (creio que acabei de criar essa palavra também, além do batom hehehe) e ser convidada pra criar unzinho só meu, com o nome do blog, É LEGAL PARA CARALHO DEDÉU!

A primeira coisa que pensei quando criei o #BatomChezNoelle (AI QUE EMOCIONANTE) com o T.Blogs, esse projeto incrível, foi que ele tinha que ser meu favorito. Uma cor diferente de todas as que eu já tinha – e são mais de cem batons na minha coleção – e que entrasse imediatamente no meu rol de queridinhos. Por isso não criei um vermelho, que sim, é quase a cor natural da minha boca de tanto que uso. Mas eu também sou a doida dos rosas, e passeava bastante pelos meus. Por isso criei um todinho meu, diferente de todos os que já usei, com a textura que eu quis e, segundo ponto mais importante, que ficasse lindo em todo mundo, não só em mim. Minha maior vontade é que ficasse lindo nas amigas de todos os tons de pele possíveis. E quando o batom ficou pronto no laboratório e todas as meninas lá experimentaram, eu me segurei pra não desabar de chorar. Foi muito lindo e emocionante ver tanta gente diferente ainda mais linda com uma coisa que eu criei. E criei como fruto de uma coisa que eu amo demais fazer, que é esse blog. Cês têm noção de como isso é maravilhoso pra mim? Olha lá alguém começando a chorar de novo…

E só fui convidada por causa de vocês, maravilhosas e maravilhosos, que entram aqui todos os dias e fazem desse espaço um lugar especial. Muito obrigada, amo vocês <3

Tá agora deixa eu apresentar meu batom :D pra vocês! As fotos são da melhor-amiga-gênia-que-faz-de-tudo-pra-ajudar-a-amiga-blogueira Babi Carneiro.

Ó, o link pra comprar é esse aqui: COMPRE BATOM (hahahahah, lembram da propaganda?)

 photo batom01_02.jpg

 photo batom01_22.jpg

 photo batom01_11.jpg

 photo batom01_14.jpg

 photo batom01_23.jpg

 photo batom01_13.jpg

batom21

 photo batom02_13.jpg

batom23

batom02_24

batom25

De novo: que emoção, que felicidade, que sonho realizado maravilhoso <3 Obrigada, gente linda! E se vocês tiverem gostado e quiserem me fazer mais felizinha ainda, não se esqueça: compre batom <3

Ah, contei mais disso num vídeo, tá aqui! Não vou embedar pra não ficar muita coisa, mas no domingo tem vlog mostrando como foi no laboratório, e posto todos aqui!

Me contem tudo o que acharam? Bisous mil, amo vocês!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutubesnap2

19 Comments

Filed under blog blog blog, Diarinho, Look du Jour

Piquenique Chez Noelle, vamos?

 photo Invitation_Piquenique.jpg

 

Tá marcado nosso encontro, gente! Por uma diferença mínima de seis votos, o dia 31 de maio ganhou! Eu adoraria conseguir fazer nos dois dias, mas por enquanto ainda não dá, gente :(

Mas se esse for muito legal, podemos fazer outro mais pro fim do ano, dedos cruzados! Outro sonho é conseguir ir pro Rio, visitar as cariocas. Também está na listinha de desejos e quero muito muito que role. Mais dedos cruzados!

E gente, é aberto! É um piquenique, bem gostoso e informal, vamos levar umas comidinhas & bebidinhas e se você puder levar também, vai ser ótimo! Ah, e se quiser levar um paninho/canga pra sentar no chão, pode levar. Mas se não conseguir, não se preocupa! O mais legal vai ser conhecer vocês e passarmos uma tarde ótima juntas (os)!

Quem tiver certeza que vai e quiser contar nos comentários, vou amar (e também vou ter uma noção de quantas pessoas, haha!).

E o que esse convite ficou lindo? A arte é da Jackie Diedam, do Jackie Illustrated <3 Amei, muito obrigada, linda!

Mil beijos e nos vemos dia 31 de maio!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutubesnap2

16 Comments

Filed under blog blog blog

A maquiagem que faço todos os dias

Uhul, olha um vídeo novo aí! Aos poucos eu vou pegando o jeito da edição e vamos ter vídeos com mais frequência ainda. Gravei o #RespondeNoelle esse fim de semana, porque o primeiro que gravei ficou todo fora de foco, e vou editar durante essa semana. Dedos cruzados para dar tudo certo!

Mas o de hoje é um de maquiagem, que vocês sempre pedem! Gravei a mais básica da básica, a que uso todos os dias praticamente. Faço ela bem vapt-vupt em casa, e no vídeo ficou só um pouquinho mais longa porque eu falo, mas ainda assim consegui deixar o vídeo com menos de 10 minutos – um dos pedidos mais recorrentes lá no nosso formulário de pesquisa era o de vídeos mais curtos – eba!

Espero que gostem! Os produtos usados estão logo embaixo do vídeo:

Lip Balm Baby Lips, da Maybelline
Superprimer Colour Correct Redness, da Clinique
Diorskin Nude CC Bream, da Dior
Line Smoothing Concealer, da Clinique
Pó Bronzeador Hoola, da Benefit
Blush Mauve, da Quem disse, Berenice?
Rímel They’re Real, da Benefit
Rímel Roller Lash, da Benefit
Iluminador Soft & Gentle, da MAC
Batom Nouvelle Vague, da MAC
Perfume Sikkim Girls, da Lush

Gostaram? <3 Boa semana pra vocês e até amanhã!

Bisous mil!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutubesnap2

8 Comments

Filed under Chez Noelle TV

Poderia ter sido… E se for?

Quando o pessoal do Happn me chamou pra falar sobre o aplicativo, fiquei me perguntando como falar dele aqui. Escuto todos os dias sobre aplicativos de paquera, de histórias que viraram um grande mico, até histórias lindas de gente que começou a namorar por essas invenções da tecnologia.

Não lembro se já contei aqui como conheci o David, meu namorado há sete anos. Foi na formatura da minha prima, na mesa. Estávamos sentados e tinham dois lugares vagos. “É pros gêmeos”, ela me falou. Eu ainda não conhecia nenhum dos dois, mas ela já tinha me falado deles algumas vezes, que eram bons amigos, dois meninos muito legais. Quando o David sentou – e eu não sabia o nome dele ainda – e eu olhei pra ele, senti uma coisa. Uma fisgadinha, que não me deixou tirar os olhos dele o resto da noite. Tá, mentira, que eu fiquei morrendo de vergonha e evitava olhar quando ele tava olhando, porque essa sou eu, um fiasco na paquerinha, já que minha tática sempre foi a de “ignorar” hahaha. Mas foi ali, quando olhei pra ele, que senti que podia ser o começo de uma grande história de amor. Poderia não ter sido, mas eu tive a chance de descobrir, e conheci o cara que mais me faz feliz nesse mundo.

Eu ando muito de ônibus e metrô. E eu tenho essa mania – que pode parecer um pouco stalker – de ficar olhando para as pessoas. Ficar imaginando histórias para elas. Como é a vida delas, o que elas estão pensando, pra onde elas estão indo. E quantos olhares cruzados eu já presenciei não é brincadeira. Aquele olhar que acompanha a pessoa enquanto ela sai pra um destino que provavelmente nunca mais vai cruzá-los de novo. E se aquele pudesse ser o começo de uma grande história de amor? E se aquela pessoa pudesse te fazer feliz, pra sempre ou mesmo só por algum tempo? E se você tivesse uma segunda chance de falar com essa pessoa?

soulmates

Quem nunca teve essa sensação, de topar com alguém e ficar instantaneamente apaixonado, mesmo que essa paixão dure 5 minutos? Ou até a próxima estação e alguém novo passar pelo seu caminho? De imaginar tudo o que poderia acontecer, desde a voz da pessoa até o jeito que ela sorri quando acorda de manhã? Já tive muitas dessas paixonites, sou rainha em imaginar futuros mil, e quando conheci o David foi a mesma coisa. Ficava em casa ouvindo música pensando no sorrisinho de canto de lábio que me conquistou no minutinho que eu o vi.

E eu pensei muito nisso quando a Leslie me falou do Happn, em como esses primeiros momentos são especiais, nos marcam e podem levar a histórias maravilhosas. E que às vezes a gente tem vergonhinha ou medinho de dar tudo errado e simplesmente vê aquela chance virar a esquina pra sempre. Mas houve algo ali. Um clique, uma cosquinha, uma fagulha.

happnabre

Por isso topei falar dele aqui no blog. O Happn é um app que conecta pessoas que cruzaram com você na vida real. Sim, essas mesmas, dos olhares trocados, do “bom dia” no elevador, da mesa ao lado no café. Achei muito uma coisa “do futuro”, haha. Pra resolver um dilema de milhares de anos da civilização. Mudar o status de “paixonite platônica” para “paixonite no mundo real”, e ver se vai pra frente ou se fica pra trás.

E como é que funciona? Eu baixei e dei uma brincadinha rápida, pra contar como é: Assim que você entra, são apresentadas em uma timeline todas as pessoas que passaram pelo seu caminho – e que também têm o app, né haha -, quantas vezes vocês já se cruzaram e em quais lugares. Como disse minha amiga Tamara, “se a gente se cruzar mais de 3 vezes, tem que conversar, porque olha, é pra ser!”. Mas ele não mostra a sua localização, só os pontos em que vocês estavam próximos. Outro amigo meu, o Lucas, me chamou atenção pra outra coisa: vai aparecer pessoas que frequentam os mesmos lugares que você – às vezes a mesma pessoa em lugares diferentes – que pode servir tanto pra você saber que vocês têm gosto semelhante, quanto de tema pra iniciar uma conversa, né? ;)

Como é uma timeline, as pessoas ficam por ali, e você pode clicar no “X” se não quiser mais que ela apareça pra você, nunca mais,  e não tem aquele desespero de “ai será que quero falar com essa pessoa, ai meu deus, decide, decide, tá, não quero, putz… acho que queria, já era”.

E as pessoas com quem você vai cruzando vão sendo adicionadas em tempo real na sua timeline.
Tá, daí achou o mocinho bem-apessoado que você sempre vê na padaria? Clica no “coração”. Se ele (ou ela) também tiver clicado no seu “coração”, pronto, é uma crush. Daí sim vocês dois vão poder se falar. Se não, é vida que segue, mas nada impede que dali cinco dias a pessoa esbarre com você, te note, e tchanan, te dê um “coração“.

happn2É assim a interface dele :)

Também dá pra mandar um “charme”, que é tipo um “oi, tô aqui, te achei daorinha”. Para as mulheres, os “charmes” são liberados, mas os meninos precisam comprar – não saquei muito o porquê dessa diferença, mas acho que evita que os caras saiam disparando “charmes” pra todas as meninas feito uma metralhadora. Não que todos sejam assim, a gente sabe. A pessoa foi chata, desagradável, bizarra com você? Dá pra bloquear e denunciar. E dá pra colocar que você “não está interessada” em alguém, pra ela sumir da sua timeline (mas elas ficam guardadas nas suas configurações, em “Usuários Deletados“, para o caso de você mudar de ideia, algum dia). O aplicativo é grátis, disponível para iOS e Android, e você pode baixar clicando aqui.

Aqui no Brasil ele foi lançado não faz nem um mês, mas têm mais de 150 mil usuários! E tá crescendo bem rapidinho, o que aumenta as chances de você esbarrar no app com aquele mocinho ou aquela mocinha que você sempre esbarra na vida real.

Posso falar? A paquera tá ficando cada vez mais incrementada! E ó, se você é do time analógico, que curte mais chegar na pessoa, tudo bem ;) Uma coisa não elimina a outra, de jeito nenhum. São só mais jeitos de se conhecer gente, e quem sabe, construir uma história.

Bisous mil! Paquerem bastante no feriado, hein!

conteudo-publicitario

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutubesnap2

10 Comments

Filed under Pensando

Quero contar uma coisa!

maquina-de-escrever

Amigas e amigos, quero contar uma coisa pra vocês, e queria que, antes de tudo, nós comemorássemos essa notícia, porque é um momento de realização e felicidade: vamos ter publicidade de tempos em tempos aqui no Chez Noelle. Como diz minha miga Jout Jout, somos uma família, e família fica feliz quando acontece coisas boas para um dos membros, né? <3

E esse momento chegou aqui no blog! Sei que parece que muita coisa vai mudar, e que vai ficar diferente. Mas não vai :) Eu tô super feliz, porque é sinal de que o Chez Noelle, que nasceu como um lugarzinho em que eu gostava de falar umas coisas que eu tava pensando está crescendo e virando gente grande, e isso me enche de orgulho. Mas quis contar pra vocês antes de tudo porque temos essa relação de sinceridade e transparência que eu valorizo loucamente, e tenho alguns receios, especialmente de vocês ficarem ‘meio assim’ com a notícia ou acharem que vou virar a blogueira capitalista sedenta por dinheiros não importa o que aconteça. Como sempre falo, esse espaço é meu, mas quero que vocês se sintam bem nele. E por isso o canal do diálogo está e estará sempre aberto ;)

Xô contar uma coisa: quando fui na minha primeira Feira de Profissões, aqui em São Paulo (eu morava em Mogi, tava no Ens. Médio) e parei pra ouvir sobre Jornalismo num stand da Cásper, fiquei maravilhada com a ideia de que algo que eu gostava tanto – escrever – poderia ser minha profissão. Voltei pra Mogi e lembro até hoje de ficar falando pra todo mundo da minha sala que havia decidido que seria Jornalista e que parecia um sonho ganhar dinheiro fazendo algo que me dava tanta satisfação. Venho de uma família em que a profissão não era uma escolha, mas uma necessidade. Meus pais não fizeram faculdade e trabalham duro até hoje em coisas que não são ‘o sonho deles’, mas que paga as contas e lhes dá uma vida digna. Quando caiu a ficha de que eu teria a chance de ter um futuro diferente do deles, fazendo algo que me fazia feliz, eu pirei de alegria.

Hoje sou jornalista e tenho um blog. Eu ganho pra escrever no veículo em que trabalho, o Petiscos, e vou passar a ganhar pra escrever no meu próprio veículo, esse blog. E isso é muito legal. Porque de novo tive aquela mesma sensação de “sério mesmo que vão me pagar pra eu fazer algo que eu gosto?!?”. Mas nesses anos todos como jornalista – são seis! – eu aprendi demais. E a lição mais valiosa é que nossa credibilidade não tem preço. E a relação de transparência com vocês, idem. Essas coisas sempre vão vir primeiro :)

Pra mim nada disso faria sentido sem vocês – se eu quisesse escrever pra ninguém ler, continuaria escrevendo no meu diário, haha – e quero que vocês façam parte desse momento. E saibam que eu valorizo o que construímos. Obrigada por sempre estarem por perto e tão próximos <3

+ Para contato comercial, falem com a Thálassa no: thalassa@thalassacoutinho.com.br

+ Todos os posts com conteúdo publicitário serão sinalizados.

Bisous mil!

ps: vamos fazer um encontrinho? vota aqui no dia que você prefere!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutubesnap2

6 Comments

Filed under blog blog blog

Quero ver vocês, vamos?

jarrinhas encontrinho

Então né, não sei se vocês sentem o mesmo, mas eu me sinto muito amiga de vocês que passam por aqui. É tanta gente maravilhosa compartilhando suas histórias comigo, mandando emails – que demoro demais pra responder, me desculpa gente! -, comentários, e participando de tudo, que nem sei dizer quão legal é isso.

E já falaram algumas vezes da gente fazer um encontro. Mas confesso que tenho um medinho! Sei lá, né, aquele clima de festa de aniversário da depressão que nenhum dos seus amigos aparecem e você fica lá com o o chapéu na cabeça, e os balões murchando, HEHE.

Mas a vontade de conhecer vocês é maior do que o medinho e acho que chegou a hora de fazer um encontrinho. Vamos? Mas vamos mesmo, pra eu não ficar deprê e me enfiar num casulo e nunca mais sair? Vamos nos amar mutuamente, vai ser demaaaais!

encontrinho

CIDADE São Paulo, que é onde eu moro <3

ONDE Parque do Ibirapuera (porque sou óbvia)

PERÍODO À tarde, pra mais pessoas conseguirem ir!

QUANDO Vamos votar? Assim eu consigo fazer em um dia em que mais pessoas vão conseguir ir!

Vamos nos encontrar? Qual dia é melhor pra você?

  • 31/05 (domingo) (55%, 97 Votes)
  • 14/06 (domingo) (52%, 91 Votes)

Total Voters: 176

Loading ... Loading ...

Nossa, só de publicar isso já fico ansiosa! Espero conhecer algumas e alguns de vocês, vai ser demais <3

Bisous mil, cheios de muito amor!

Ó, se você não tiver respondido a pesquisa para as leitoras e os leitores do blog, clica aqui e responde <3

beda

 

 

em Abril tem post todos os dias!

coracao

Pra acompanhar o Chez Noelle:

vday_twtwitterfbfacebookvday_iginstagramytyoutube

snap2

38 Comments

Filed under blog blog blog